Bordadeiras

ta

Durante a Idade Média a actividade de bordar tanto poderia ser desenvolvida dentro do espaço do lar, como uma ocupação dos tempos livres por parte das damas, como poderia ser desenvolvida a título comercial, para satisfazer alguma encomenda.

Os bordados poderiam ser criados com várias intenções: decoração de peças de vestuário ou de peças maiores para decoração do lar.

Uma das mais famosas peças bordadas de época medieval que chegou aos nossos dias é a tapeçaria de Bayeux do século XI. Consiste num imenso tapete bordado sobre linho, com lã tingida com vários pigmentos vegetais, onde se narra a história da conquista normanda de Inglaterra, por Guilherme – O Conquistador. Esta peça tem cerca de 70 metros de comprimento por meio metro de largura.

O ofício das bordadeiras pretende recriar ao vivo como seriam executados os bordados medievais, com recurso a tecidos, cores, pontos, padrões e motivos característicos dessa época histórica.

maria

 

maos